FAE

área restrita
10/02/2017

Artigo: Afinal de Contas, o que é Marketing?

Confira a opinião do professor da FAE Douglas Zela

Artigo: Afinal de Contas, o que é Marketing?
Em 2001, escrevi um artigo com este mesmo título. Na ocasião, o foco era a incompreensão do Marketing e da sua visão estratégica. O artigo falava do quanto os leigos o confundiam com o consumo inadequado e insensato e o associavam a uma ação de empresas que iludiam ou enganavam pessoas, levando-as a comprar coisas que não queriam ou ainda produtos e serviços sem qualidade. Simplesmente Marketing era sinônimo de fraude para a maioria das pessoas leigas.

Passados mais de 15 anos, o tema ainda está em discussão e com maior destaque, uma vez que o marketing digital e a internet deram mais visibilidade e repercussão aos assuntos ligados a essa área.

Mais empresas se utilizam de ferramentas do Marketing como promoção e vendas para enganar pessoas e os leigos continuam entendendo isso como sendo o próprio Marketing e não o uso inadequado de seus instrumentos.

O Marketing enquanto filosofia

Partindo da simples visão estratégica e desconsiderando a ótica negativa, poderíamos ver este exemplo:

A mesma relação que existe entre o Marketing e as suas ferramentas acontece entre os nutricionistas e os chefes de cozinha. Os primeiros definem estratégias e objetivos e os outros operacionalizam. Um depende do outro. De nada adianta haver uma excelente estratégia se a operacionalização não for realizada adequadamente. Por outro lado, não se pode operacionalizar sem a definição correta de uma estratégia.

Falando sobre filosofia, ela deve ser compreendida como uma forma de pensar e de agir, assim, filosofia de Marketing é pensar e agir, buscando a satisfação de anseios, desejos, necessidades e expectativas dos clientes, sem de forma alguma enganá-los.

Se o que o Marketing deseja é o lado positivo da relação entre empresas e seus clientes, isso é absolutamente o contrário de enganar pessoas ou vender produtos sem qualidade!

Obviamente que se deve avaliar a limitação de muitas empresas, que, por não conseguir acompanhar as tendências do mercado, fazem uso de ferramentas de promoção com objetivo de efetuar vendas e obter lucros no curto prazo, mas isso definitivamente não é Marketing, muito pelo contrário.

A visão do Marketing é obrigatoriamente de longo prazo, assim não basta satisfazer o que o mercado deseja hoje, mas sim adaptar-se a todas as mudanças que vêm ocorrendo, o que torna a aplicação do tema ainda mais desafiador.

Desta maneira, pode-se concluir que empresas que usam Marketing são realmente as que têm mais sucesso, porém não por ter conquistado clientes enganando-os, e sim atendendo às suas expectativas hoje e amanhã.

De acordo com Philip Kotler, maior autoridade mundial do Marketing, a ideia central dessa área é melhorar a vida dos consumidores, não apenas vender algo para eles. É, pois, muito mais do que saber usar técnicas de pesquisa e de promoção.

Douglas Zela é coordenador do curso de pós-graduação em Marketing da FAE Business School


Palavras-chaves: Professores FAE,




Comentários desta notícia:


Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Faça o seu comentário:


Seu nome:
Seu e-mail:
Digite o código ao lado:
Sua mensagem:

FAE