Notícias

14.06.2017

A pasta de amendoim que mudou a vida de um jovem estudante


Luiz Felipe Simon, estudante de Administração da FAE, criou a That’s Nuts, um produto 100% natural, em sete sabores
Luiz Felipe Simon, estudante de Administração da FAE, criou a That’s Nuts, um produto 100% natural, em sete sabores
Somos culturalmente influenciados a agir e pensar que, quanto mais trabalhamos, melhores são as chances de obter sucesso e boa colocação no mercado de trabalho. No entanto, é preciso ter cuidado para não buscar apenas sucesso profissional e descuidar das outras áreas da vida. Luiz Felipe Simon, que cursa Administração na FAE, vivenciou as consequências desse desequilíbrio e nos relatou sobre o perigo de se viver sem balancear a atividade profissional com outras atividades diárias.

Em 2015, aos 23 anos, o estudante trabalhava excessivamente, sem horários adequados para as refeições. Luiz Felipe se alimentava basicamente de fast food, pegava o lanche e retornava para suas atividades, almoçando enquanto trabalhava. Explicou que, em razão desses maus hábitos alimentares, o organismo sinalizou com o sobrepeso e nível de estresse elevado. Esses fatores o levaram a procurar auxílio médico. A solução para retomar a qualidade de vida seria alimentação saudável e exercício físico.

“Percebi o quanto podemos ser nocivos com a nossa saúde”. A partir do diagnóstico, o jovem seguiu à risca as indicações e tornou a alimentação saudável e a prática de exercício físico um estilo de vida. Em três meses, emagreceu 23 quilos. Além da mudança nos hábitos, houve outra questão que mudou a vida de Luiz Felipe: a nutricionista indicou a ingestão de pasta de amendoim como fonte de gordura boa.

O empreendimento That’s Nuts


O estudante de Administração sempre gostou de cozinhar e preparava suas refeições diárias, com o objetivo de manter a alimentação saudável. A essa altura ele já havia inserido a pasta de amendoim em sua dieta. Até que um dia resolveu dar um passo mais ousado, perguntando ao primo, que é chef de cozinha, como poderia preparar sua própria pasta de amendoim. Ele queria a indicação de uma receita. Ao receber a resposta, foi surpreendido: "Vai amendoim". Perguntou novamente: "O que mais?" O chef respondeu: "Amendoim" e incentivou Luiz Felipe a fazer suas próprias receitas. Depois de vários experimentos, encontrou a textura e o sabor que buscava, os diferenciais de sua pasta de amendoim, a That’s Nuts.

Nessa altura do campeonato, o estudante já havia trocado o emprego por um estágio, com menos horas de trabalho e, aos poucos, com a evolução da That’s Nuts, também deixou o estágio para empreender.

FAE Incentiva


À medida que avançava com os experimentos, levava o que produzia para a FAE, para que outras pessoas experimentassem. Nesse momento, a professora Edna Cicmanec, membro do FAE Incentiva, programa que tem o intuito de estimular e aprimorar a ideia empreendedora dos discentes, o convidou para participar de um evento com alunos e ex-alunos da Instituição, para trocarem ideias e apresentarem seus produtos e serviços. Entretanto, para participar, Luiz Felipe deveria ter empresa constituída e ele ainda não tinha.

Em menos de um mês, Luiz Felipe Simon decidiu que era o momento de transformar a pasta de amendoim em um empreendimento. “Assim nasceu a That’s Nuts como empresa, negócio e filosofia de vida”, diz.

O mercado


A That’s Nuts está no mercado formal há menos de um ano. O produto se destaca por ser uma pasta de amendoim 100% natural, tendo como público-alvo aqueles que buscam uma alimentação saudável, para ganho de massa muscular, ou para quem pretende se alimentar melhor, com uma fonte de gordura boa. A That’s Nuts também pode ser consumido por pessoas que têm algum tipo de restrição alimentar.

Atualmente, a pasta de amendoim pode ser encontrada em sete sabores: tradicional, crocante, cacau, canela, demerara, sal rosa e o recém-lançado paçoca. O produto está à venda em algumas academias e em lojas de produtos naturais.

A That’s Nuts também é fornecida como componente de receitas fit. “Forneço mais de 50 quilos por mês para um comprador no Rio de Janeiro”, salienta. O jovem também conta com algumas parcerias para expandir sua marca e produto, como é o caso da Granolinha, empresa de uma colega da FAE.

“Por enquanto eu faço tudo sozinho. Sei que está chegando a hora de buscar ajuda, mas eu ainda reúno segurança e condições para alavancar o negócio. Em relação à venda, eu gosto de apresentar, explicar, tirar dúvidas e oferecer para que a pessoa experimente. Quando eles provam e eu percebo expressão de satisfação, me ganham”, conclui.

Vem empreender!


É aluno ou ex-aluno da FAE e procura por mais informações sobre empreendedorismo e inovação? Então clique aqui ou entre em contato com a equipe do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIE) pelo telefone (41) 2105-4115 ou pelo e-mail nie@fae.edu. O serviço acadêmico também atende colaboradores do Grupo Educacional Bom Jesus.


Compartilhe: