FAE

área restrita

Linha do Tempo


  • 2011 em 2011

    São realizadas reformas e melhorias na estrutura em todos os campi. O curso de Pedagogia da FAE, campus Sévigné, recebe três estrelas no Guia do Estudante (GE).

  • 2010 em 2010

    O curso de Publicidade e Propaganda recebe nota máxima na avaliação do MEC.

  • 2009 em 2009

    A FAE Centro Universitário, em plena expansão, disponibiliza mais dois campi: FAE São José dos Pinhais, no Paraná, e FAE Sévigné, em Porto Alegre-RS.

  • 2008 em 2008

    A FAE Centro Universitário é reconhecida pelo MEC como a melhor Instituição de Ensino Superior de Curitiba e o sexto melhor Centro Universitário do país, o que a coloca como segundo melhor Centro Universitário privado do Brasil. Os cursos de Direito, Filosofia e Engenharia de Produção obtiveram conceito 5, nota máxima na avaliação do Inep/MEC. A Faculdade de Filosofia São Boaventura é unificada à FAE Centro Universitário.

  • 2007 em 2007

    Oferecendo 12 cursos, de graduação/tecnológos, é inaugurado o campus FAE Cristo Rei, no bairro Cristo Rei, em Curitiba-PR.

  • 2006 em 2006

    O curso de especialização em Gestão de Negócios na modalidade de Ensino a Distância (EAD) é autorizado pelo MEC.

  • 2005 em 2005

    A FAE Centro Universitário oferece 13 cursos de graduação e dá início ao seu mestrado.

  • 2004 em 2004

    No dia 29 de julho, as Faculdades Bom Jesus transformam-se em Centro Universitário Franciscano do Paraná, que passou a ser conhecido como FAE Business School - Centro Universitário. Têm início três novos cursos: Direito, Engenharia de Produção e Informática. O mestrado em Organizações e Desenvolvimento é aprovado pela Capes.

  • 2003 em 2003

    É criada a Faculdade São Francisco, em Blumenau-SC, oferecendo os cursos de graduação em Administração e Ciências Contábeis e quatro opções de pós-graduação.

  • 2002 em 2002

    A Faculdade de Filosofia São Boaventura é credenciada pelo MEC.

  • 2001 em 2001

    Consolidada no conceito de business school, a FAE adota um sistema de graduação modular, no formato de universidades americanas (o chamado quarter). Nesse sistema, as disciplinas são lecionadas em nove semanas, período no qual o aluno estuda apenas três matérias.

  • 2000 em 2000

    A Faculdade de Filosofia São Boaventura é incorporada à FAE.

  • 1999 em 1999

    A pós-graduação da FAE inova no ensino de especialização em Curitiba, oferecendo aos seus alunos mais de 100 opções de disciplinas, em um currículo flexível.

  • 1998 em 1998

    A FAE posiciona-se como escola de business, recebendo o nome de FAE Business School.

  • 1997 em 1997

    Em novembro, por meio da Portaria n.º 2109/97 de 11/11/97, o Ministério da Educação autoriza a mudança de nome oficial de Faculdade Católica de Administração e Economia (FAE) para Faculdades Bom Jesus (FBJ). A marca FAE continua a ser utilizada, decorrente de mais de 40 anos de tradição.

  • 1973 em 1973

    É criado o Centro de Desenvolvimento Empresarial (CDE), como um setor responsável pela área de pós-graduação lato sensu da instituição.

  • 1964 em 1964

    Em novembro, pelo Decreto Federal n.º 54.908, é concedido o reconhecimento à Faculdade de Ciências Econômicas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, com os cursos de Sociologia e Política, Administração Pública e Ciências Econômicas. O Conselho Federal de Educação, pelo parecer n.º 2.746/77, estabelece que a Faculdade de Administração e Economia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná passa a ser um estabelecimento isolado, denominado Faculdade Católica de Administração e Economia (FAE).

  • 1959 em 1959

    Começa a funcionar a Faculdade de Ciências Econômicas, que em 1960 passa a se chamar Faculdade Católica de Ciências Econômicas, vinculada à Pontifícia Universidade Católica do Paraná (atual PUC-PR) para efeito de sua criação, mantendo, no entanto, autonomia jurídica, financeira e patrimonial.

  • 1957 em 1957

    Em 29 de maio, tem início o processo de instalação da Faculdade de Ciências Econômicas, com os cursos de Sociologia e Política, Administração Pública e Ciências Econômicas, um marco devido ao contexto político da época. O funcionamento da Faculdade é autorizado pelo Decreto Federal n.º 45.819/59.