Notícias

08.06.2017

“Uber” das academias é aposta de aluno da FAE


Projeto de app do empreendedor Lucas Precybelovicz foi aceito pelo Epifania, programa de startups do Sebrae/PR
Projeto de app do empreendedor Lucas Precybelovicz foi aceito pelo Epifania, programa de startups do Sebrae/PR
Lucas Precybelovicz tem 21 anos e trabalha com o pai, proprietário de uma empresa de móveis sob medida em Curitiba. No início de 2017, passou no vestibular de Administração da FAE e viu a rotina mudar. Praticante de atividades físicas, Lucas teve que abrir mão da série diária de exercícios na academia pela presença na universidade. Um contratempo que rapidamente se transformou em oportunidade na sua mente empreendedora.

Ao adaptar as finanças à nova realidade de calouro, Lucas questionou o modelo de cobrança da maioria das academias na cidade: mensal, trimestral, semestral e anual. “Por que não cobrar apenas uma diária e tornar mais flexível para as pessoas que possuem compromissos na maior parte do dia ou que pretendem realizar mais de um tipo de atividade física ou esporte durante a semana?”, questiona.

Foi com essa pergunta em mente que Lucas idealizou o “Get in Fit”, um aplicativo em desenvolvimento que pretende oferecer um amplo leque de opções esportivas para os usuários, com flexibilidade de horários e preços competitivos. “A ideia é permitir um serviço de busca de empresas e profissionais previamente cadastrados que ofereçam horários alternativos e que permitam o pagamento apenas da diária ou das horas que o cliente realmente poderá usufruir”, explica o empreendedor.

O estudante não perdeu tempo: logo tirou a ideia do papel e consolidou o negócio com o início da sua startup. No mês de maio, teve três minutos para defender a sua ideia diante de uma banca de avaliadores do programa de pré-aceleração do Sebrae/PR, Epifania Startup PR #3, e foi bem-sucedido. “Tive muitos apoiadores, principalmente na FAE, onde os professores da disciplina de Empreendedorismo e do programa FAE Incentiva sempre estão à disposição para ajudar e aconselhar”, conta.

Muito além das academias


Inicialmente, Lucas focou no segmento das academias, mas pretende ampliar o serviço para outras áreas. “O objetivo é ampliar o portfólio com escolas de dança, artes marciais, canoagem, escalada, entre outros. Dessa forma, será mais fácil, prático e barato desenvolver um cronograma de atividades físicas com foco na melhoria da qualidade de vida”, diz.

Todos ganham


Com preços mais atrativos e horários flexíveis, como os donos de academia e de outros negócios continuarão a lucrar? Quanto a essa indagação, Lucas defende que “o aplicativo será uma ferramenta poderosa também para empresários, pois será possível oferecer preços promocionais em horários ociosos, por exemplo, aumentando a lucratividade das empresas e utilizando o app para promover as suas marcas”.

Expectativas


Próximo da conclusão do primeiro semestre do curso de Administração, Lucas gerencia a sua atenção e tempo com as provas finais e a participação nos encontros do Epifania. Em setembro, quando ocorrerá o encerramento do projeto do Sebrae, o estudante pretende ter o app pronto para o mercado. “O objetivo é conquistar investimento e acelerar a distribuição do aplicativo para o usurário final, além, é claro, de obter um excelente aproveitamento acadêmico na FAE”, conclui.

É aluno ou ex-aluno da FAE e procura por mais informações sobre empreendedorismo e inovação? Então clique aqui ou entre em contato com a equipe do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIE) pelo telefone (41) 2105-4115 ou pelo e-mail nie@fae.edu. O serviço acadêmico também atende colaboradores do Grupo Educacional Bom Jesus.


Compartilhe: