27.10.2022

Workatona: resultado da maratona acadêmica da FAE em parceria com a Renault


Mais de 500 alunos participaram de 12 horas de competição. Equipes vencedoras foram divulgadas no dia 24/10
Mais de 500 alunos participaram de 12 horas de competição. Equipes vencedoras foram divulgadas no dia 24/10

Os estudantes vencedores da Workatona, doze horas de gamificação para solucionar desafios do mundo do trabalho, realizada pela FAE Centro Universitário no último sábado (22), foram divulgados na segunda-feira (24).

A 5.ª edição do evento reuniu cerca de 500 alunos de graduação e pós-graduação, além da multinacional Renault do Brasil, que propôs o seguinte desafio: uma experiência “end-to-end” de compra ou assinatura de veículos. O case envolveu alguns insights como cadeia de valor conectada, green and connected factory, definição de persona (comprador, usuário), processo de decisão de compra, modelo financeiro a ser utilizado, fidelização do cliente, entre outros pontos.

FOTOS DO EVENTO: Dia competição (22/10) e dia da premiação (24/10).

Os primeiros lugares de cada categoria ganharam chromebooks, uma abordagem proativa para as oportunidades de estágio na Renault do Brasil e outros benefícios. Já o segundo e o terceiro lugar da categoria Graduação receberam kits com brindes exclusivos da empresa e demais benefícios. Todos os ganhadores poderão participar de uma visita à fantástica fábrica da Renault.

Na categoria Pós-graduação, quem venceu foi a equipe dos cursos de Comércio Exterior e de Engenharia de Melhoria Contínua: Anne Nogas, Caroline Ricardo, Patricia Rosa e Santos Jannet Bayona. Elas contaram que se dedicaram muito no dia do desafio. “A alegria e a energia que envolvem a Workatona contribuíram para que a gente não desistisse e fizesse sucesso diante da banca”, disse Jannet. Patricia se surpreendeu com a inovação da FAE, e Anne e Caroline destacaram que a resiliência foi uma grande aliada. “Não esperava vencer, estou surpresa!”, disse Anne.

Já na categoria Graduação, os alunos que ganharam o primeiro lugar na competição foram Matusalém do Nascimento (Direito); Diogo Albuquerque (Engenharia de Produção); Laina de Sousa (Administração) e Ryan de Oliveira (Negócios Internacionais). Os estudantes relataram que se conheceram no dia da disputa e que a diversidade na equipe (eles são de áreas diferentes – veja abaixo) contribuiu muito para a criação de ideias inovadoras. “Claro que ficamos nervosos, houve dúvidas, mas as equipes de mentoria da FAE e da Renault nos ajudaram muito, foram decisivas para conseguirmos chegar a esse resultado”, contou Matusalém. Diogo lembrou que essa proposta interdisciplinar da Workatona auxiliou na vitória, com a união de ideias diferentes. “Em apenas 12 horas, aprendemos muito”, comentou.

Durante o desafio, equipes multidisciplinares (formadas por alunos de todos os cursos da FAE) precisaram de muito fôlego e espírito empreendedor, uma vez que tiveram 12 horas ininterruptas para apresentar as melhores soluções para o desafio proposto pela multinacional. Professores da FAE e profissionais da Renault do Brasil deram suporte aos estudantes como mentores. Tudo isso compôs um ingrediente importante da inovação: reunir pessoas de áreas diferentes, que estudam coisas diferentes, que pensam coisas diferentes e que fazem dessa diversidade uma grande aliada para resolver problemas.

O presidente do Grupo Educacional Bom Jesus, Frei João Mannes, comparou o desafio à obra de Francisco de Assis, que desenvolveu pensamentos e ações inovadoras sem recursos materiais. “Mas ele foi empreendedor, inovador, pois tinha uma intuição divina. Por fim, tinha um grande propósito: cuidar das pessoas e da natureza com amor”, afirmou.

O diretor-geral do Grupo Educacional Bom Jesus, Jorge Apóstolos Siarcos, destacou o objetivo principal da disputa: trazer a realidade do mercado de trabalho para dentro da universidade, contribuindo, assim, para a formação de ponta dos alunos da FAE. Ele lembrou, ainda, o que o desafio envolve: a vivência da realidade de uma empresa, pois os alunos “trabalham” como se estivessem dentro dela; a luta contra o tempo no dia a dia, já que têm relativamente poucas horas para solucionar o desafio e, ainda, são pegos de surpresa pelo problema proposto – afinal, o dia a dia é feito de imprevistos. “Com a Workatona trabalhamos para que o nosso aluno entenda como é o cotidiano do mercado de trabalho, para que esteja sempre em sintonia com ele e para que a nossa formação seja de excelência, trazendo o que há de mais novo no mercado hoje”, salientou Jorge Siarcos.
 
O pró-reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão da FAE, Everton Drohomeretski, ressaltou o saber, o fazer e o ser para o enfrentamento da realidade do cotidiano corporativo. “Quando você está em uma empresa, tem de resolver os problemas dentro de um prazo determinado. E também há uma disputa, pois além de você outras pessoas da equipe estão buscando soluções. A Workatona propõe isto: uma imersão de altíssima competitividade e emoção, que exige criação, inovação, compartilhamento. Um grande jogo da vida real em que os estudantes deverão resolver problemas que impactam diretamente as pessoas”, disse Everton.

Durante o evento de premiação, o VP Manufacturing & Supply Chain Latin America Renault, Mendi Ammad, destacou a importância da troca de vivências e experiências entre corporações e universidades, evidenciando a capacidade dos jovens acadêmicos de colaborar para a inovação no mercado.

O executivo também compartilhou um pouco sobre sua carreira dentro da Renault, que lhe deu a oportunidade de viver em diversos países, e demonstrou satisfação com a iniciativa da FAE, a Workatona. “Nós só temos a agradecer a união e a dedicação de todas as equipes Renault e FAE, que resultaram em um grande evento que mostrou a força dos jovens e como podemos dar continuidade à Workatona e não parar por aqui”, afirmou.

Classificação das equipes vencedoras:

Categoria: Graduação

1.º lugar

  • Diogo Constant de Albuquerque (Engenharia de Produção)
  • Matusalém Duarte do Nascimento (Direito)
  • Laina Cristina Silva de Sousa (Administração)
  • Ryan Busato de Oliveira (Negócios Internacionais)

2.º lugar

  • Ana Beatriz da Silva
  • Emily Berxi Bruno Zoghbi
  • Emily Severino Chaves
  • Rubens Franziner Filho
  • Sofia Berxi Bruno Zoghbi

*Todos do curso de Negócios Digitais

3.º lugar

  • Alexandre José Leite Ferreira Júnior (Negócios Internacionais)
  • Kamylla Gomes Zwierzikowki Mardegan (Direito)
  • Pedro Zanchet Gomes (Administração)
  • Thyago Willen da Silva (Filosofia)

Categoria: Pós-graduação

  • Anne Cristine Nogas (Engenharia de Melhoria Contínua)
  • Caroline Laskoski Ricardo (Comércio Exterior)
  • Patricia Louise Friderichs Rosa (Comércio Exterior)
  • Santos Jannet Ramirez Bayona (Comércio Exterior)
     


Compartilhe:


Verifique o  Cadastro FAE no MEC